In

Biografia

Letícia Brito, Janeiro de 2015
Letícia Brito nascida em Paços de Ferreira, Portugal, a 3 de Dezembro de 1996, como Letícia Isabel Costa Brito.

É uma jovem escritora, fotógrafa, redatora e blogger portuguesa.

Formada em Fotografia pela Escola Secundária de Vilela, Paredes (Porto).

"Letícia Brito" é o projeto literário que começou a desenvolver em Junho de 2015, quando decidiu que chegara o momento de partilhar a sua escrita com o mundo.

Destacou-se ao vencer em Outubro de 2015 o 1º Lugar no Concurso Nacional "Geração Arte" promovido pelo diário Correio da Manhã, com a prosa "Nunca Te Arrependas Do Amor Que Deste A Quem Não Te Soube Amar...", que lhe valeu o galardão nacional.

É cronista na plataforma online - Capazes - Associação Feminista, criada por Iva Domingues e Rita Ferro Rodrigues, a sua crónica "A Minha Melhor Amiga Suicidou-se...", baseada num relato real, conta já com mais de 18 mil visualizações.

Em Setembro de 2016 publicou a sua primeira obra; Nos Braços do Vagabundo pela chancela da Chiado Editora.

Letícia começou a dar os primeiros passos na escrita com a escrita em diários e em cartas, desde os 7 anos. Sempre com notas excelentes a Língua Portuguesa, nunca demonstrou grande aptidão para desenvolver textos.

Aos 10 anos na tentativa de imitar a irmã mais velha; Joana, de 20 anos na altura e já uma escritora aclamada na sua cidade pelos artigos fortes que desenvolvia para o jornal concelhio, escreveu o seu primeiro conto infantil A Boneca, desde então, possui uma vasta coleção de contos infantis.

Apaixonada pela saga Harry Potter da J.K.Rowling e pela coleção Uma Aventura de duas grandes escritoras portuguesas - Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada - sentiu-se impulsionada a escrever mais e mais.

Tem Jodi Picoult e a sua irmã, Joana Brito, como fonte de inspiração, mas destaca nomes como Cecelia Ahern, Fernando Pessoa, Camilo Castelo Branco e Patrick Süskind.

É colunista noutras plataformas online, nomeadamente, Ela e Ele - cuja página no Facebook, pode ser encontrada sob o nome Inspiring Life -  no site PutaLetra e no blogue Meu Espaço Literário (Brasil).

A sua Página Oficial, conta com mais de 6700 seguidores.

É redatora no quinzenário A Tribuna Pacense, um jornal de Paços de Ferreira. Onde começou inicialmente a escrever contos infantis, embora atualmente a sua escrita tenha sofrido grandes alterações e se foque em assuntos polémicos e atuais.

Tem uma escrita irreverente, intimista e romântica, escreve sem tabus, desde prosa a artigos de opinião fortes.

Aos 12 anos começou um livro de fantasia, até hoje inacabado, porque radicalmente a partir dos 14 anos, mudou o seu registo e descobriu o encanto no drama, na ficção e no romance, quando resolveu abordar a temática do amor, dados os primeiros anos complicados que são a adolescência e os amores não correspondidos.

A mudança de escola aos 9 anos foi provavelmente o ponto crucial para desenvolver a grande aptidão pela escrita. Uma jovem tímida e pacata, encontrou nos papeis o seu porto-seguro. Completou o secundário com grande dificuldade, dado o facto de se negar constantemente a frequentar a escola, assume-se vitima de bullying mas nunca viu o bullying como motivo para "odiar" a escola e apesar das grandes dificuldades que tinha a nível de socializar, sempre conseguiu ótimos resultados.

Estagiou como fotógrafa, redatora e designer em jornais concelhios; nomeadamente - A Tribuna Pacense e Imediato - processos esses que lhe deram um maior incentivo para que continuasse a percorrer o caminho difícil que é a escrita.

0 comentários:

Enviar um comentário

Copyright © 2016 Letícia Brito. Com tecnologia do Blogger.